•  
  • Iniciar sessão | Subscrição
Sexta 31/10/2014
Eurosport
 

Home

 

Esqui Alpino

01/02/2011 - 17:59 - Updated 01/02/2011 - 18:34

O Circo Branco está a chegar!


Mundiais de Esqui Alpino - Esqui Alpino
Eurosport

De 8 a 20 de Fevereiro próximo, todos os caminhos vão dar à luxuosa estância de ski da Baviera. Disputam-se os 41º Campeonatos do Mundo de esqui alpino, 80 anos depois da estreia da competição em Mürren, na região suíça do Jungfrau ( cantão de Berna ).

Depois dos Mundiais de 1978, Garmisch acolhe assim pela segunda vez na História, esta festa bienal do Circo Branco. Conhecida como Ski Resort de seis estrelas, a pérola dos Alpes alemães vai atribuir 10 medalhas de ouro a homens e senhoras, nas cinco disciplinas de alpino, sob a alçada majestática do Zugspitze ( pico de maior altitude da Alamanha – 2962m ).

As famosas pistas da Taça do Mundo, Kandahar e Gudiberg ( slalom ), vão ser o palco dos mundiais, numa época de competição que tem sido dominada pelo croata Ivica Kostelic, e pelo duelo cada vez mais acérrimo entre a norte-americana Lindsey Vonn e a esquiadora do Club de Ski de Garmisch a alemã Maria Riesch.

À excepção de John Kucera ( Canadá ), campeão do mundo de Downhill em título, que se encontra ainda a recuperar de uma dupla fractura de tíbia e perónio, todos os detentores dos títulos mundiais obtidos em Val D’Isère 2009, vão estar presentes em Garmisch-Partenkirchen.

A festa começa a 8 de Fevereiro terça-feira, com o Super Gigante feminino e termina no Domingo dia 20, com a disputa do título mundial de Slalom masculino, na posse do austríaco Manfred Pranger.

O Eurosport e Eurosport Player irão transmitir todos os eventos em directo, para além de uma extensa cobertura noticiosa sobre toda a competição.

Antevisão - Sector Masculino

 

Downhill e Super Gigante

O suíço Didier Cuche e o austríaco Michael Walchoffer são as duas principais apostas para o ouro na disciplina de velocidade pura ( Downhill ).

Se para o veterano de Neuchatel, actual campeão do mundo de Super Gigante, existe a pressão de alcançar um primeiro título mundial na “sua” discipilna ( estreou-se em Mundiais em 1999 Vail – Colorado ), já para o gigante de Altenmarkt – Salzburg, Michael Walchoffer ( campeão mundial de Downhill em St Moritz 2003), tudo está absolutamente tranquilo, nesta que é a sua, já anunciada, última época de competição.

Mundiais de Esqui Alpino - Esqui Alpino

Pela momento de forma em que se encontra esta temporada, Klaus Kroell (Aut), vencedor há três semanas atrás, da classica Lauberhorn de Wengen, é concerteza também, um nome a ter em conta para podium, não só na disciplina de velocidade pura, mas também no Super G.

Depois vêm os grandes esquiadores polivalentes da actualidade como Aksel Lund Svindal ( Nor ), Carlo Janka ( Sui ) e Bode Miller ( USA ), que habitualmente nos momentos mais importantes “puxam pelos galões”, e têm como único objectivo nas grandes competições, as medalhas.

As surpresas poderão chegar de Itália, com Cristoph Innerhoffer ou Werner Hell, do francês AdrienTtheaux e do suíço Sylvan Zurbriggen, que apesar de não ser um Downhiller de raíz, acaba de vencer a sua primeira prova de velocidade ( downhill de Val Gardena na pista Saslong ) e está, aos 28 anos, a fazer a sua melhor época desportiva de sempre.

Ausências de peso vão ser as de Manuel Osborne Paradis ( Can ), dos austríacos Mario Sheiber , Hans Grugger e Georg Streitberger, todos eles vítimas recentes de acidentes graves, que no caso de Grugger o levou a oito dias de coma induzido.

 

Calendário

Super Gigante – Dia 9 de Fevereiro

Downhill - Dia 12 de Fevereiro

 

Antevisão - Sector Masculino

 

Slalom Gigante

Mundiais de Esqui Alpino - Esqui Alpino

Na disciplina raínha de esqui alpino, talvez o mais acertado fosse deixarmos os progósticos para o final da segunda manga de Gigante dos Campeonatos do Mundo. É absolutamente imprevisível.

Da consagrada elite de gigantistas como Benni Raich ( Aut ), Ted Ligety (USA), Carlo Janka ( Sui ) Aksel L Svindal ( Nor), Max Blardone e Davide Simoncelli ( Ita ), aos mais recentes talentos como Marcel Hirscher ( Aut ) e Kjetil Jansrud ( Nor ) o grupo de assalto a medalhas é amplo, e de grande qualidade.

Se a este quadro competitivo, acrescentarmos dois franceses em grande momento de forma – Cyprien Richard e Thomas Fanara, e dois grandes nomes do esqui alpino como Bode Miller e Didier Cuche, a antevisão para a atribuição de medalhas na disciplina de Stenmark e Von Gruenigen, torna-se ainda mais enigmática.

Ted Ligety ( líder destacado ) e Cyprien Richard, são talvez os que mais impressionaram esta temporada na Taça do Mundo. Marcel Hirscher por seu lado, aos 22 anos, já deu suficientes provas de brilhantismo nas disciplinas técnicas ( Gigante e Slalom ) ao ponto de já ser denominado como “ o futuro Benni Raich ” pelos austríacos.

Carlo “Magno” Janka é o actual campeão do Mundo e Olímpico, prova onde Kjetill Jansrud fez prata, superando o seu chefe de fila Svindal, que teve que se contentar com o bronze Olímpico.

A “Blitz do Pitztal” Benjamin Raich, já venceu tudo o que havia para vencer em Slalom Gigante, no entanto, esta época não conseguiu ainda um único top 5, após cinco provas disputadas. Recordemos apesar de tudo, que o esquiador em actividade com maior Palmarés, apenas perdeu para Janka, no Gigante dos últimos Mundiais em Val D’Isère 2009.

A única certeza que poderemos eventualmente ter, é a de que será muito difícil um outsider poder alcançar o podium de Garmisch em Slalom Gigante.

 

Calendário

Slalom Gigante – 18 de Fevereiro

 

 

Antevisão – Sector Masculino

 

Slalom

Nos skis curtos os prognósticos parecem bem mais fáceis.

Jean-Baptiste Grange ( Fra ) e Ivica Kostelic ( Cro ), reúnem unanimidade nas casas de apostas internacionais. O mais tecnicista e sofisticado slalomista da actualidade, enfrenta o homem do momento na Taça do Mundo.

Mundiais de Esqui Alpino - Esqui Alpino

O francês da região de Valloire, é incontestávelmente o mais perfeccionista e evoluido esquiador de slalom do mundo. Por vezes não chega, e em momentos de maior tensão já o temos visto sucumbir aos nervos. Pelo contrário, Kostelic, é dono de uma consistência técnica e de uma frieza competitiva, que a par da sua enorme experiência e robustez física, o colocam neste momento como o melhor esquiador da Taça do Mundo nesta temporada de 2010/2011.

Se um deles falhar em Garmisch, a concorrência virá do campeão Olímpico Giuliano Razzoli ( Ita ), do sueco Andre Myhrer, ou do numeroso Wunderteam austríaco constituído por Manfred Pranger ( actual campeão do mundo ), Benni Raich ( dispensa apresentações ), Reinfried Herbst ( detentor da Taça do Mundo da disciplina ), Marcel Hirscher, ou Mario Matt ( bi-campeão mundial )

Felix Neureuther, que vai jogar em casa e, é o melhor slalomista alemão de há alguns anos a esta parte, pode ter uma palavra dizer ( venceu o último slalom realizado em Garmisch em Março de 2010 durante as Finais da Taça do Mundo ), assim como o sueco Mathias Hargin e o italiano Manny Moelgg.

As características dos traçados a serem desenhados nas duas mangas da pista Gudiberg de Garmisch, serão factores decisivos para o resultado da prova.

 

Calendário

Slalom – Dia 20 de Fevereiro ( última prova dos Mundiais )

Antevisão – Sector Masculino

 

Super Combinado

Esta é aprova que simboliza o teste último de polivalência. Bem cedo pela manhã os esquiadores calçam os duros skis de dois metros de comprimento, da velocidade, e passadas duas horas, ei-los com os super manobráveis skis de slalom, que hoje em dia, não medem mais de um metro e sessenta e oito centímetros.

As contas para o ouro em super combinado dos próximos mundiais revelam-se à partida simples.

Mundiais de Esqui Alpino - Esqui Alpino

Três provas de Super Combinado já efectuadas na Taça do Mundo esta “Saison”, e o resultado não dá azo a dúvidas – Kostelic, Kostelic e Kostelic !

Aproveitou até o croata, para arrecadar o Globo de Cristal da disciplina a dois meses do final da competição.

E se Kostelic falhar ? Aí a Elite do Combinado não vai perdoar...

Bode Miller é o campeão Olímpico, e no fundo, talvez seja esta a prova, em que o rebelde do New Hampshire, e a mais carismática figura do Circo Branco desde Alberto Tomba, mais aspirações tenha a ouro. Seria o seu segundo título mundial na disciplina depois de St Moritz 2003.

Aksel Lund Svindal é o campeão do mundo em título, e, com o seu mais novo companheiro de equipe Kjetill Jansrud, vão estar a lutar por medalhas.

Sylvan Zurbriggen ( Sui ), Romed Baumann e Benni Raich pela Áustria, e Carlo “Ice Man” Janka, vão estar na linha da frente para o assalto ao podium.

Jibé ( J B Grange ), se fizer uma boa manga de velocidade, pode na prova de slalom entrar descontraído, libertar-se de alguma pressão que sobre ele irá ser exercida para o ouro em Slalom ( prova que fecha os campeonatos ), e arrancar no combinado um brilharete. Já não era a primeira vez.

 

Calendário

Super Combinado – Dia 14 de Fevereiro

 

Calendário Taça Mundo Esqui Alpino

 

 

Eurosport - João Paulo Freitas

“Pesquisa Programação” Ex. : Futebol, Champions League, Eurogoals…

 

Mais artigos - Esqui Alpino

Hirscher entra com o pé direito - Esqui Alpino

Esqui Alpino - Hirscher entra com o pé direito

Austríaco vence slalom gigante em casa.

Shiffrin e Fenninger partilham vitória em Soelden - Esqui Alpino

Esqui Alpino - Shiffrin e Fenninger partilham vitória em Soelden

Anna Fenninger e Mikaela Shiffrin partilharam o lugar mais alto do pódio no Slalom Gigante de Sölden, a prova inaugural da Taça do Mundo de Esqui Alpino

Solden recebe ronda inaugural - Esqui Alpino

Esqui Alpino - Solden recebe ronda inaugural

As emoções do Esqui Alpino regressam ao Eurosport, a partir deste fim de semana. A etapa austríaca de Sölden recebe a ronda inaugural do circuito.

Svindal fora da Taça do Mundo de Esqui Alpino - Esqui Alpino

Esqui Alpino - Svindal fora da Taça do Mundo de Esqui Alpino

Aksel Lund Svindal vai falhar o arranque da Taça do Mundo de Esqui Alpino.

Festa norueguesa no Super G em Kvitfjell - Esqui Alpino

Esqui Alpino - Festa norueguesa no Super G em Kvitfjell

Os noruegueses fizeram a festa em Kvitfjell, este domingo, com a vitória de Kjetil Jansrud na prova de Super G.

Sochi: Bode Miller em busca da glória - Esqui Alpino

Esqui Alpino - Sochi: Bode Miller em busca da glória

Bode Miller é uma das estrelas da equipa norte-americana de esqui alpino que vai estar na luta pelas medalhas nos Jogos Olímpicos de Sochi.

Pinturault volta a vencer, mais de um ano depois - Esqui Alpino

Esqui Alpino - Pinturault volta a vencer, mais de um ano depois

Francês foi o mais forte no slalom de Wengen, na Suíça.

Lindsey Vonn de fora dos Jogos Olímpicos de Sochi - Esqui Alpino

Esqui Alpino - Lindsey Vonn de fora dos Jogos Olímpicos de Sochi

Esquiadora norte-americana prefere recuperar totalmente da lesão grave e centrar atenções no Campeonato do mundo de 2015.

Neureuther volta a sorrir! - Esqui Alpino

Esqui Alpino - Neureuther volta a sorrir!

Esquiador alemão triunfou no Slalom de Bormio, em Itália.

Marlies Schild bate recorde em Linz  - Esqui Alpino

Esqui Alpino - Marlies Schild bate recorde em Linz

A austríaca conquistou a 35ª vitória da carreira na disciplina de slalom na taça do mundo e ultrapassou o recorde da lenda suíça Vreni Schneider.